Nem todo primo um primo chato

Nem todo primo  um primo chato

Olá! Tudo bem?

Jogos e brincadeiras eletrônicas podem até ter algumas desvantagens como comentou uma vez o nosso amigo Augustinho, mas o conhecimento que muitos deles passam para nós é surpreendente. Mentes brilhantes vivem a matutar formas cada vez mais dinâmicas e fáceis de ensinar para as crianças coisas de gente grande.

Aprender a ler é um processo por vezes longo para uma criança, quem dirá aprender programação? Graças à tecnologia e nossa querida ciência, gênios criaram um brinquedo que ajuda as crianças a aprenderem programação antes mesmo de aprenderem a ler... Esse brinquedo se chama Primo!

O Primo é constituído por três elementos principais: um robô chamado Cubetto, o bloco de instruções que serve para direcionar os movimentos do robô e uma interface de entrada de instruções. É necessário que a criança coloque os blocos na ordem correta para entregar os comandos de movimento para o Cubetto atravessar os obstáculos que estão à frente dele.

Crianças entre os 3 e 7 anos de idade, mesmo sem entender algoritmos, conseguem obter um avanço em lógica de programação com esta configuração simples. O jogo surgiu em 2013 no Reino Unido e já chegou ao Brasil! Agora nossas crianças também poderão criar usando lógica de maneira simples e divertida!

Os blocos de madeira do brinquedo têm diferentes formas e cores e comandos frente, esquerda, direita permitindo que sejam movidos em qualquer sentido. Aos 3 anos de idade as crianças assimilam melhor algumas coisas e com esse brinquedo já começam a entender o conceito de causa e efeito...tornando, por exemplo, a linguagem Java, no futuro, muito mais fácil de aprender! Eu vou já conferir na internet o site da Primo e pegar logo um brinquedo desses para um priminho miudinho meu...

Até a próxima!